Benção de Pastas

09:26:00

Foto de Madalena Maia.

Enquanto finalistas ansiamos este dia desde que começamos o nosso último ano da faculdade. Ansiamos o dia que vemos compensado o esforço dos últimos anos, ansiamos o dia que é nosso, ansiamos o dia que podemos fechar computadores, pousar canetas e fechar cadernos e descansar, descansar e aproveitar porque o dia é inteiramente nosso e nós merecemos. Pelo esforço, a dedicação, as vezes que pensamos em desistir, os risos, os 9,5v que sabem a 20v, pelo cerrar de dentes e sorrisos forçados que aprendemos a fazer, pela a aprendizagem e por tudo aquilo que abdicámos para chegar ali, para estar ali. Quando chega o dia é o misto de emoções é o sorriso por ser nosso e as lágrimas da saudade que começa a chegar para ficar. É em cada rosto que nos rodeia que temos uma história da História da nossa vida. É em cada fita na pasta que lemos e relemos tudo e nos chega um maremoto de sentimentos que não sabemos bem qual sentir primeiro. É na capa negra que carregamos ao ombro que guardamos as coisas boas e as coisas más. É no traje que vestimos que mostramos o orgulho. E é no sorriso e nos olhos de lágrimas que somos sinceros. 

Foto de Madalena Maia.

"Se uma lágrima te cair ao ver chegar o fim, toma cuidado muito cuidado que a saudade começa assim"

Aos que tive ao meu lado neste dia o meu maior obrigada, um orgulho gigante em vos ter comigo. Melhores amigos, melhor família e melhores afilhados. Não posso pedir mais. Às minhas miúdas isto foi só o fim de uma etapa, estamos juntas para todas as outras que vierem, seja qual for a distância. Aos professores um obrigada pela paciência, e mesmo alguns não sendo os melhores, obrigada por nos ajudarem a terminar a melhor fase da nossa vida.

Foto de Madalena Maia. Foto de Madalena Maia. 



"Nova etapa da vida, um mundo novo para conhecer, regressar à casa de partida"

Estou prestes a abandonar a cidade que me acolheu durante três anos como se fosse sua filha, a que me habituei a chamar de casa. Já não conheço outra casa senão esta. Aqui tornei-me melhor pessoa. Aqui chorei mais do que alguma vez quis chorar. Aqui ri e é daqui que levo as melhores pessoas e os melhores momentos. É com a capa negra cheia de saudade que a ergo. É na despedida de uma vida académica que me recolho e deixo a nostalgia apoderar-se de mim. Chegou a semana das despedidas, de guardar as coisas na caixa com "Recordações faculdade". Sempre soube que este dia chegaria, que mais cedo ou mais tarde estaria a entrar no fim do que se considera boa vida, vida sem tantas preocupações assim. Já estar de pasta na mão e a chorar ao som de "e se uma lágrima te cair ao ver chegar o fim, toma cuidado muito cuidado que a saudade começa assim". Não me sinto pronta e longe de mim estar como já queria estar. Por esta altura os planos já eram tantos e agora que faço uma retrospetiva à minha vida, talvez só tenha alcançado metade do que delineei. Quem me dera voltar a ser caloira. Só me apetece abraçar os meus afilhados e não os largar. São os meus amores, os meninos de quem mais me orgulho e que tenho plena noção que vou ter imensas saudades. Só quero sentar-me nos bancos da faculdade e apreciar cada canto desgastado da mesma. Que tudo aquilo que este ano me trouxe me faça sentir que valeu a pena quando estiver a chorar rios na hora da despedida. Já trago comigo uma bagagem enorme de risos, choros, falhanços, quedas, lutas, conquistas. Já trago comigo uma bagagem enorme. E já trago comigo saudade destes anos. Comigo trago um ano de caloira que me enriqueceu em todos os aspetos.

E PARA MARKETING NÃO VAI NADA NADA NADA?!! TUDO TUDO TUDO


You Might Also Like

0 comentários