O inicio

08:10:00



De ti espero muito. Espero que me dês todas as oportunidades para chegar onde sempre quis chegar. De ti espero que sejas o primeiro ano de um ciclo maravilhoso. Espero que me permitas sorrir mais do que chorar, espero que tenhas aprendido com o teu antecedente a deixar comigo as pessoas e que não sejas egoísta ao ponto de as quereres só para ti. De ti espero muito. Espero que me deixes cumprir promessas. Espero que me deixes essencialmente ser feliz. Espero que me deixes tropeçar nos entulhos certos e me ajudes a não me agarrar ao que não me deixa andar para a frente. Porque tu não paras. Tu nunca esperas. Seja qual for a encruzilhada da vida sei que vais continuar a andar com o teu egoísmo do costume. Sei que te estou a meter no mesmo saco que os teus antecedentes, mas nisto, eu sei que vais ser igual. Sei que seja qual for o rumo que decidir tomar, tu vais seguir em frente, quer eu te acompanhe ou não. Por isso, de ti espero um companheiro de jornada. Espero que consiga acompanhar-te e que não me deixe ficar para trás por nada. Mas para isso também preciso de ti. Preciso que não me dês mágoas, não me tires mais pessoas, não me derrotes em mais nenhuma batalha. Porque estou cansada. Esgotada e ainda agora começaste e tenho medo que termines e eu sinta tudo menos satisfação e concretização. De ti espero muito. Espero que me dês a licenciatura. Espero que me dês o estágio. Espero que me dês emprego. Espero que não me tires amizades. Espero que não me leves ninguém para onde eu jamais as posso voltar a ver. Espero que se o sentimento com o qual comecei não for reciproco, não for sincero, não me for fazer feliz, que acabes já com ele. Não que esteja a desistir de batalhas difíceis, apenas podes descomplicar um pouco. Creio que já fui posta à prova durante muito tempo e creio, de igual forma, que fui bem sucedida. Por isso dá-me descanso ok? De ti eu espero muito. Que quando acabares me deixes saudades. Que dês o trono comigo feliz. Chega de falsas partidas. Sê "o" ano.

You Might Also Like

0 comentários