desconforto

17:20:00

olá.... há quanto tempo penso voltar a escrever mas nunca encontro a palavra certa para começar ou tempo suficiente para tentar exprimir tudo o que preciso. ando a acumular. sei que me faz mal. sempre soube. mas cada vez que escrevo ou falo sinto-me fraca, sinto-me frágil e tenho medo que seja o momento que tu decides aparecer de novo. tenho tanto medo desse dia. o dia em que te voltar a por a vista em cima.
se para ti já quase nada era, tenho medo que não seja já nada mesmo. que a minha presença já não te desoriente por pouco que seja. que o meu beijo já não te cativa. que o meu corpo já não te chame. porque ainda tudo em ti me chama. infelizmente. será que ainda continuas igual? com os mesmos detalhes, os mesmos objetivos, os mesmos medos e pontos de vista. espero que o teu cheiro não tenha mudado. tenho tantas saudades dele. faz falta de vez em quando sabes. não que queira. mas faz. o que tenho para ti hoje é um saco gigantesco de saudade. tens braços suficientemente grandes para os segurar? se nenhuma palavra dissermos que a troca de olhares te faça reviver tudo o que me engloba na tua vida. até lá, resta-me a ansiedade e o desconforto da espera!



You Might Also Like

0 comentários