the magic is lost

13:46:00

o que o grau do álcool faz às pessoas. a honestidade camufla-se em discussões. o pior é não conseguir te relembrar do que me disseste, do que fizeste pois sinto que se voltares a fazê-lo ou a sabe-lo tem que ser por ti e não por mim. um "vai-te foder deixa-me dormir" camuflado de um "eu também sinto o mesmo" enorme. desculpa se não poupei nas palavras, se o tom de voz se elevou, se o que podia ter sido tudo acabou sendo um monte de nadas pelo que o grau do álcool faz às pessoas.
tenho pena de a magia se ter perdido quando voltamos a sobriedade. mas se tiver algo para me agarrar quando os nossos dias não forem os melhores será ao teu discurso pouco ético, pouco romântico mas com um sentimentalismo tão grande. o meu quarto já conhece de cor as tuas roupas, a minha cama delicia-se com o teu peso, os meus lençóis guardam o teu cheiro e o meu corpo as tuas marcas. entretanto que tu me guardes também e que eu guarde espaço para que possas sentir saudades de mim também. porque é difícil esperar pela pessoa certa quando tu fodes bem para caralho. só espero não descobrir tarde demais que ambos somos a pessoa certa. as pessoas erradas que de tão erradas serem estão certas. queria ouvir-te dizê-lo nem que fosse mais uma única vez. "vem e vem-te. fica e vem. vem-te e fica". 


You Might Also Like

0 comentários