feitio de merda

14:28:00

sim eu tenho um feitio desgraçado. costumo rir quando devo chorar e chorar quando devo rir. dizem que fui feita ao contrário. se calhar até fui. não eu não sou o estereótipo de mulher desejada por todos os homens. não tenho grandes atributos e tão pouco tamanha beleza. respondo mal quando me chateio e não aguento estar calada quando tenho algo para dizer. sou tagarela quando é indesejado e faço votos de silêncio quando toda a gente espera que grite. sou estranha sim. não adotei uma postura de mau feitio. sou assim e sei que afasto quem, provavelmente, quero por perto. já perdi oportunidades por medo de tentar e quem sabe não tenha abdicado da extrema felicidade por caprichos. sim eu sou mimada. gosto das coisas do meu jeito e jamais me deixarei depender de alguém. costumo ser melodramática.
fazer tempestades em copos de água. e achar que consigo carregar todas as dores do mundo. sou fanática pelo que amo e não consigo fingir que está tudo bem quando não está. sou péssima a mentir. e talvez não esteja na altura certa para tal. sou caprichosa e não sei gostar pouco. há momentos que sou a moça mais tímida, outros em que parece que conheço toda a gente há anos. faço escândalos mentais e sempre acho que há uma maneira de desabafar com o nada sem que ninguém perceba. não sei cantar e passo a vida a fazê-lo. sim eu passo a vida a tropeçar nos meus próprios pés como não haveria de tropeçar nos de quem quer que seja. costumo falar mais sozinha e com animais do que com pessoas. é estranho quando não me acham estranha porque me achar estranha não me estranha. talvez o meu futuro seja tão negro como alguns pedaços do meu coração. quem sabe. sou fria sendo sensível e esbarro em qualquer canto por ir sempre perdida em pensamentos. ando olhando para o chão e é provável que tenha deixado oportunidades escapar desse modo. sim eu tenho espirros e risos estranhos. se calhar é por isso que não sou a tal. pelo menos a tua. pelo menos a de alguém. 


You Might Also Like

0 comentários